LisboaSeixalSetúbal

Fingiam ser compradores e roubaram objetos à venda online com recurso a armas

- publicidade -

Três jovens foram detidos pela PSP por 18 crimes de roubo no Seixal, Setúbal, Loures e Amadora. O grupo combinava encontros com pessoas que vendiam objetos online, fazendo-se passar por potenciais compradores.

A PSP refere que os suspeitos, com idades entre os 17 e os 19 anos, acabaram por ficar em prisão preventiva. Estão também indiciados numa série de outros crimes violentos relacionados com roubos a estafetas de empresas de comércio online de bens de restauração.

Depois das detenções, as autoridades fizeram cinco buscas domiciliárias. Apreenderam uma arma branca, uma consola de videojogos que tinha sido roubada, três malas de marcas “de considerável valor”, vários telemóveis (pelo menos dois deles roubados por este grupo) e vários objetos em ouro.

Todos os jovens tinham antecedentes criminais e um deles estava com pena suspensa depois de ter sido condenado por crimes de roubo.

Segundo a PSP, o ‘modus operandis’ dos suspeitos passava por combinar encontros com pessoas que tinham objetos à venda através de plataformas eletrónicas de comércio de bens, fazendo-se passar por potenciais compradores e criando as condições de oportunidade para, selecionando os locais, acabar por roubar aos vendedores os bens que diziam querer comprar, nomeadamente telemóveis, consolas de videojogos e malas.

Para roubar, usavam armas de fogo e armas brancas, agredindo por vezes as vítimas.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui