Famosos

Filho de Maria João Abreu desespera com a morte da mãe: “Achava eu que ias ficar cá para mim até ao meu último suspiro”

- publicidade -

Ricardo Raposo continua inconsolável com a morte prematura da mãe, Maria João Abreu, e fez um longo desabafo nas Redes Sociais.

“O tempo desfragmenta-se numa noção de vários passares de tempo que, juntos, criam uma ideia do que poderia ser o mundo com outro desfecho. E isto recorre-nos. Os ‘E se’’s invadem o chão doente que tentamos não traçar de novo para reverter algum capítulo que seja”, escreveu.

O ator suporta a mãe da mãe a “escutar a sua voz será doravante”: “Recordar-te e recordar-nos e ainda abusar disso enquanto ferramenta para que os teus netos não esqueçam o teu riso e áurea será um mais que pretexto para te manter por aqui. Falar para ti na segunda pessoa do singular serve somente para te falar a ti e não a quem me está a ler, que presenteará o testemunho”.

O sofrimento não atenua com o tempo: “Há que nos entregarmos à tristeza com a mesma naturalidade com que nos entregamos à alegria e, assim, conviver com ela quando preciso de honrar a tua existência pensando em ti. Mas achava eu que ias ficar cá para mim até ao meu último suspiro e só depois descansavas. Ou até dos netos, bisnetos… Serias sempre a última a desfazer-se em água, cansada mas idealizada com o teu mundo de seres bebés inofensivos e desprotegidos”.

“Faço-te agora de todos os meus passos na vida uma dedicatória sem margens. A partir de agora. Sempre. Amo-te como sempre nos dissemos, pele da minha pele, sangue do meu sangue, peito com peito, cheiro a mãe”, rematou.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo