AlcocheteAtualidadeDestaqueDistritoDistrito Setúbal

Fila para o Freeport em Alcochete indigna cibernautas

O País está a atravessar uma das maiores pandemias de que há memória, festas canceladas, serviços públicos a meio gás, empregos em lay-off entre outras situações que parece não ter colocado os portugueses em sentido, como o caso da fila para entrar no Freeport em Alcochete.

publicidade

Desde que o País soube que teria sido afetado com a chegada do novo coronavírus, as autoridades colocaram em prática vários estados, desde a emergência, calamidade, contingência entre outros, para que conseguisse travar a pandemia. Os portugueses foram colocados em teletrabalho, as crianças a estudar em telescola, durante mais de dois meses. O Governo aliviou as medidas e logo começaram a ser visíveis longas filas de clientes para entrar em supermercados e centros comerciais.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo, o Estado de Contingência continuou e continua, mas as imagens de longas filas no Freeport em Alcochete foram ontem difundidas nas redes sociais com o titulo “Quinta-feira louca”, onde é visível vários metros de pessoas que esperam numa longa fila para entrar no espaço comercial e não existem regras nem medidas de segurança impostas pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

As imagens estão a indignar os cibernautas que até apelidam todos aqueles que estão na fila de ‘extraterrestres’ que deram à costa portuguesa.

Outras imagens que estão a provocar grande revolta, são as de um centro comercial em Mindelo, no Norte, que são filas de clientes que esperam sem quaisquer regras de segurança para entrar no estabelecimento. Mais a Sul, outra imagem que está a revoltar os cibernautas é a do aeroporto de Faro que se apresentava ontem com uma enchente de turistas ingleses que rumaram do seu País natal até ao Sul de Portugal para desfrutar de umas férias, mas nada de segurança de saúde é visível nas imagens difundidas.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui