Parceiros
EconomiaSines

FIEQUEMETAL quer reabertura das centrais de electricidade de Sines e Pego

- publicidade -

A FIEQUEMETAl – Federação Intersindical das Indústrias Metalúrgicas, Químicas, Eléctricas, Farmacêutica, Celulose, Papel, Gráfica, Imprensa, Energia e Minas – CGTP-IN, considera que o Governo deve ponderar a retoma da produção de electricidade nas centrais de Sines e do Pego.

Em conferência de imprensa na sua sede, a Federação mostrou como os encerramentos não tiveram as anunciadas vantagens, nomeadamente ambientais, mas provocaram evidentes e graves prejuízos.

A Federação defende que «a reabertura das duas centrais pode colocar um travão na escalada dos custos da energia» lembrando que, em Espanha, uma medida semelhante já foi adoptada em relação a duas unidades termoeléctricas.

Entre os assuntos debatidos na reunião, o foco foi colocado na subida descontrolada dos preços, que pesa nos orçamentos dos trabalhadores e das suas famílias, e também se faz sentir em muitas empresas do âmbito sindical da Fiequimetal, que denunciou ainda existirem «multinacionais em Portugal que já estão a pressionar os trabalhadores para alteração dos horários de trabalho, concentrando a produção nos períodos com tarifários mais baixos».

«Não se pode atirar para cima dos trabalhadores a resposta ao problema, como salientou Rogério Silva, coordenador da Fiequimetal» citado em comunicado.

«A retoma da produção em Sines e no Pego, até que existam alternativas sólidas àquelas instalações, permite reduzir preços, porque os custos do carvão são bem mais baixos que os do gás natural.»


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário