AgendaCulturaSetúbal

Festas de Nossa Senhora do Rosário de Troia regressam em Agosto

- publicidade -

A Câmara Municipal de Setúbal informa que as Festas de Nossa Senhora do Rosário de Troia, evento organizado com o apoio do município, vão decorrer entre os dias 4 e 9 de agosto, com ajustes no programa tradicional, em respeito pelas normas de segurança em vigor contra a crise pandémica.

Um círio fluvial, afastado da frente ribeirinha da cidade, e duas procissões automóveis pelas ruas de Setúbal são algumas das iniciativas que compõem o programa de 2021, que, ao contrário de edições anteriores, não contará com o habitual acampamento na Caldeira de Troia.

Não será permitida a permanência de embarcações na Caldeira e apenas se realizam as cerimónias religiosas com número limitado de participantes mediante os lugares disponíveis.

As Festas de Nossa Senhora do Rosário de Troia, das mais antigas festividades populares do concelho de Setúbal e com uma tradição muito forte na comunidade piscatória local, incluem um tríduo em honra da santa padroeira, nos dias 4, 5 e 6, às 21h00, na Igreja de São Sebastião.

No dia 7, às 15h00, nas instalações da Lota, concretamente no espaço de venda n.º 2, realiza-se uma missa por alma dos marítimos falecidos e, às 16h00, um círio fluvial transporta a imagem de Nossa Senhora do Rosário de Troia entre a Caldeira, na Península de Troia, e Setúbal.

Uma hora depois, às 17h00, a imagem da padroeira dos pescadores locais é transportada de carro, numa procissão que percorre várias ruas do Faralhão.

O terceiro dia de comemoração, 8 de agosto, inclui nova missa em homenagem aos marítimos desaparecidos, a partir das 10h30, novamente no espaço de venda n.º 2 da Lota.

No dia 9, data de desfecho das festividades, há uma missa, às 10h00, na Igreja de S. Sebastião.

O círio fluvial de retorno a Setúbal da imagem de Nossa Senhora do Rosário de Troia parte da Caldeira às 15h00 e passa apenas pelo centro do rio, de forma a evitar a aglomeração de milhares de pessoas que habitualmente se verifica na frente ribeirinha da cidade para assistir à romaria.

A partir das 17h30, a caravana automóvel que transporta a imagem de Nossa Senhora do Rosário de Troia percorre novamente as ruas do concelho.

As festividades, organizadas com o apoio da Junta de Freguesia de São Sebastião e da União das Freguesias de Setúbal, decorrem anualmente há cerca de cem anos, mas os primeiros registos, na Caldeira de Troia, datam de há cerca de quinhentos anos.

A adoração a Nossa Senhora do Rosário de Troia tem origem numa lenda em que um grupo de pescadores, durante um período de aflição no decurso de uma tempestade, conseguiram ficar a salvo ao encontrar abrigo na Caldeira, onde descobriram uma imagem de madeira nas margens, alegadamente proveniente de uma embarcação estrangeira, o que os fez acreditar que foram salvos por ela.

- publicidade -

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo