Atualidade

«Festa do Partido Comunista em Portugal tem OK para 16,500 pessoas»

O jornal americano New York Times deu destaque à realização da Festa do Avante! em Portugal.

publicidade

Este é o titulo que o jornal americano New York Times dá ao artigo publicado esta segunda-feira, onde refere a autorização dada pelas autoridades de saúde portuguesas para a presença de 16,500 pessoas na Festa do Avante!.

«LISBOA, Portugal – Autoridades de Saúde em Portugal autorizaram o Partido Comunista desse país a deixar entrar 16,500 pesssoas no seu festival anual ao ar livre no próximo fim-de-semana, um número inusitadamente alto de pessoas, em plena pandemia de coronavírus» refere o artigo.

«Esta licença causou protestos porque, durante meses, as autoridades reduziram o número de pessoas permitidas em outros eventos públicos, forçando muitos destes a serem cancelados» refere aquele diário.

«O anúncio foi feito numa altura em que o Governo socialista de centro-esquerda procura o apoio político de outros partidos, incluindo dos comunistas, para aprovar o orçamento de Estado de 2021.

O Festival, denominado «Festa do Avante!», reúne concertos e discursos políticos numa área vedada a sul de Lisboa.

Nos últimos anos, o evento atraiu cerca de 100.000 pessoas, de várias idades, durante os três dias de duração. Trata-se da maior fonte de receitas para o Partido Comunista, que tem dez deputados entre os 230 lugares no Parlamento.

A Directora-Geral de Saúde anunciou esta segunda-feira que 16,563 pessoas podem estar no interior do Festival ao mesmo tempo, apesar de admitir que ‘existe um risco real que, durante o evento, pessoas infectadas com ou sem sintomas possam circular na área.’

O Partido Comunista pretendia vender cerca de 33.000 entradas por dia este ano.»

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui