Atualidadecoronavírus

Fenprof defende encerramento das escolas em período de confinamento

- publicidade -

O presidente da Federação Nacional Dos Professores, Mário Nogueira, anunciou que esta entidade considera «que o encerramento é inevitável dado o agravamento da pandemia» e criticou a falta de medidas do Governo em relação à comunidade escolar.

Numa nota enviada à comunicação social, a Fenprof refere que pretende que as escolas acompanhem o confinamento geral do país, «conforme defendem os especialistas» e acusa o Governo de que a única referência que foi feita aos estabelecimentos escolares por António Costa, na apresentação das novas medidas de confinamento, teve a ver com o reforço do policiamento no exterior para evitar ajuntamentos.

A Federação Nacional Dos Professores disse também que esperava medidas reforçadas do Conselho de Ministros, lembrando o abaixo-assinado dirigido ao primeiro-ministro que pedia testes, vacinação e teletrabalho nas escolas.

Embora sublinhando que «nada substitui o ensino presencial», a Fenprof afirma que o Governo não garantiu a realização periódica de testes às comunidades escolares, a integração dos professores nos grupos prioritários para vacinação, a proteção dos profissionais que integram grupos de risco e o reforço de medidas de segurança sanitária nas escolas. 

«Os governantes continuam a afirmar que a abertura das escolas não constitui problema para a saúde pública, mas essa afirmação é contrariada pela generalidade da comunidade científica”, lê-se na nota, acrescentando que os casos estão a disparar nas escolas, com professores, trabalhadores não docentes e alunos infetados.

Apesar das promessas, o governo pouco fez para superar as dificuldades identificadas durante o período em que as escolas encerraram e o ensino se desenvolveu a distância», acrescenta o comunicado.

A Fenprof garante ainda que, «conscientes dos défices que se agravarão, os professores estão disponíveis para procurar atenuar os prejuízos de trabalho remoto».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui