Lisboa

Félix da Costa desfilou por Lisboa com o carro de campeão mundial

As ruas de Lisboa presenciaram hoje o desfile de António Félix da Costa no carro em que conquistou o titulo mundial de Formula E.

publicidade

As ruas de Lisboa presenciaram hoje o desfile de António Félix da Costa no carro em que conquistou o titulo mundial de Formula E.

“Foi uma manhã importante e vem mostrar às pessoas que há uma mensagem maior. Temos de empurrar a mobilidade elétrica, acelerar para a frente, porque temos de entregar um mundo melhor às próximas gerações”, disse o português.

O percurso teve início e fim em Belém, e passou por zonas como Baixa lisboeta e a praça do Marquês de Pombal, com António Félix a interagir com muitas pessoas nas ruas da capital, e estas a aproveitarem para gravar e acenar ao campeão do mundo.

“Foi uma das manhãs mais especiais da minha vida. Fazer o que mais gosto, com o carro em que fui campeão de Fórmula E, nas ruas que passo todas as semanas. Foi uma sensação incrível. Viemos mostrar que os carros elétricos são rápidos e ‘cool’. Muita gente ficava surpreendida quando acelerava. São os carros mais eficientes do mercado”.

Félix da Costa sente-se orgulhoso pelos feitos recentes dos portugueses em desportos motorizados. “Isto é quase como governar um país. Temos de começar a pôr as sementes cinco, 10 anos antes e depois as coisas começam a aparecer. Fazemos quase todos parte da mesma geração e, por isso, estamos todos a dar frutos no mesmo ano. Acho que nunca foi um problema de talento, mas talvez de oportunidades”,

O piloto de 29 anos foi convidado para testar um dos monolugares da IndyCar na maior competição dos Estados Unidos, encarando assim um novo desafio, além da Formula E. “Vou abrir uma porta que desconheço totalmente. Conheço a IndyCar como fã, sempre tive uma grande curiosidade de experimentar, sou um grande fã da maneira como os americanos fazem desporto e todo o ‘show’ que envolve. Vamos ver o que pode acontecer, pode ser que me abra umas portas e talvez até dê para conciliar as duas coisas”, disse.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui