Famosos

Fátima saiu da TVI para não “ficar à mercê” de Cristina e porque esta a fez sentir estrela de segundo plano

- publicidade -

Fátima Lopes bateu com a porta à TVI depois de passar para um salário de 7.500 euros, quando estrelas de menor dimensão como Ruben Rua ganham 6000.

A apresentadora aceitou reduzir o seu ordenado no final de 2020 para 25 mil euros, mas segundo a “Nova Gente” não aceitou esta decisão de Cristina Ferreira.

A relação ficou ainda pior quando a atual diretora de Entretenimento e Ficção de Queluz de Baixo a substituiu por Manuel Luís Goucha nas tardes. 

O novo programa ao estilo de “Perdoa-me” também irritou Fátima: “Assim que lhe comunicaram os novos projetos, ela ficou furiosa e demonstrou-o numa reunião que teve com a direção. No entanto, publicamente, sempre fingiu que estava bem para evitar confusões”, disse uma fonte do canal à NOVA GENTE.

“A Fátima ficou logo com a sensação que a nova direção não contava com ela como uma apresentadora de primeira linha e que aquele programa de fim de semana era provisório, uma coisa que iria durar três meses e nada mais”, completou a fonte.

O futuro para Fátima Lopes era incerto: “Quando aquele formato acabasse, ela iria ficar no limbo, sem nada certo, e ficaria à mercê daquilo que a Cristina lhe quisesse dar. A Fátima não quis sujeitar-se a isso”.

Leia mais em: https://www.novagente.pt/fatima-lopes-saiu-da-tvi-por-nao-querer-ficar-merce-de-cristina-ferreira

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui