AtualidadeLeiriaPaísSantarémSociedade

Fátima: O futuro do mundo “depende da conversão dos homens” 

publicidade

Teve início esta noite a Peregrinação Aniversária de 12 e 13 de agosto no Santuário de Fátima, presidida pelo bispo de Santarém, D. José Traquina.

Após a recitação do Terço, seguiu-se a Procissão das Velas e uma celebração no altar exterior do Recinto de Oração.

Na homilia desta celebração, D. José Traquina centrou-se na vida humana, como o “dom e o maior bem valorizado nos tempos difíceis”.

Para os migrantes, segundo o bispo de Santarém, “houve dificuldades acrescidas”, tanto para os portugueses que não puderam sair ou regressar de Portugal, os que foram atingidos pelo vírus, os desempregados e a “acentuada insegurança por viverem num país estrangeiro”.

D. José Traquina referiu-se ainda a Moçambique, mais especificamente a Cabo Delgado, onde se encontram mais de 250 mil pessoas deslocadas e apeliu a uma “ação urgente para travar os combates armados”, principalmente no norte do país, perpetrados por extremistas ligados ao Estado Islâmico.

O prelado lembrou que de 9 a 16 de agosto está a decorrer a 48ª Semana Nacional das Migrações. “A Obra Católica Portuguesa de Migrações espera mais envolvimento dos Serviços Diocesanos com os migrantes”, disse D. José Traquina.

O bispo de Santarém disse ainda que “os estrangeiros são uma necessidade e um bem para Portugal, não para serem explorados ou mal tratados, mas acolhidos e protegidos”, devendo ser informados acerca “das nossas regras e hábitos de convivência e terem as condições para expressarem a sua cultura”.

Dando como exemplo os Pastorinhos de Fátima, D. José Traquina disse que a sua missão é a mesma que é confiada aos cristãos de hoje, “o interesse e zelo pela humanidade”.

“O futuro do mundo depende da conversão dos homens, na resposta ao problema dos pobres e à defesa do planeta Terra”, terminou o bispo de Santarém.

As celebrações continuam amanhã, com o terço às 9h00 e a Procissão e Missa às 10h00. A peregrinação será encerrada com a Procissão do Adeus.

Ler mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios. Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site