Parceiros
Opinião

Família Telemóvel

- publicidade -

“Família Telemóvel” foi este o nome que uma criança escolheu para a sua família, afirmando que o pai e os avós estão sempre com o telemóvel na mão, até durante as refeições e enquanto conduzem.

Esta será a realidade de muitas famílias: telemóveis como extensão do próprio corpo, a condicionar a comunicação e a boicotar o tão necessário contacto visual.

Os meus pacientes sabem bem que defendo a importância de estabelecer regras e limites no uso do telemóvel, das redes sociais e de outras tecnologias. Falamos mesmo em “parque de estacionamento” para os aparelhos eletrónicos, local onde estes permanecem desligados, após determinada hora convencionada por cada família.

É fundamental cultivar uma comunicação saudável, que potencie a expressão emocional, olhos nos olhos. Muitas vezes as tecnologias funcionam como mecanismos de defesa, nomeadamente em famílias com dificuldade na construção de uma intimidade saudável.

Os filhos imitam os comportamentos que observam nos pais. Também aqui é urgente construir um exemplo de equilíbrio e mostrar às crianças que o prazer de uma boa conversa, o desenvolvimento de jogos, por exemplo charadas e/ou de tabuleiro, proporcionam boas gargalhadas em família e permitem um melhor auto e heteroconhecimento.

Não se esconda atrás do seu telemóvel! Permita-se exercer uma parentalidade, olhos nos olhos, rica em afetos e comunicação saudável! Só assim os seus filhos crescerão felizes e seguros!


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário