Distrito Setúbal

Falta de recursos humanos e condições no Hospital de Setúbal. Diretor de Infecciologia escreve carta a Temido

- publicidade -

José Poças, diretor do serviço de Infecciologia do Hospital de Setúbal escreveu uma carta aberta à ministra da Saúde, Marta Temido.

O hospital regista uma taxa de esforço no serviço de infecciologia de 76%, com 52 pessoas internadas nesta unidade.

“O que apresentámos [na carta] é um retrato de uma realidade que pesa muitíssimo sobre um hospital já de si carenciado”, avançou à SIC Notícias.

Além da elevada afluência, o diretor avisou que a unidade de saúde carece de condições e de recursos humanos para dar resposta a todos os doentes.

O hospital de Setúbal tem elevada afluência neste momento, o que agrava ainda mais a falta de recursos humanos para responder às necessidades dos doentes.

“Tem de ser o hospital na sua globalidade a responder e é isso que temos procurado fazer nas condições muito difíceis decorrentes, não só das insuficiências das instalações e bens humanos que o Ministério bem sabe, mas também do brutal aumento da procura que nos fez inventar novos planos”, afirmou.

“Estamos muito preocupados com duas vertentes: Com a vertente dos doentes que têm esta infeção e que muitas vezes chegam ao hospital por outra razão, por outra patologia. Mas também, estamos muito preocupados com os outros doentes que não deixaram de existir mas que deixaram de alguma forma de procurar o hospital”, completou.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui