PaísSociedade

Falta de Pais Natais leva empresa a pagar 135 euros por duas horas de animação

- publicidade -

Em Portugal, há falta de animadores para eventos relacionados com o Natal, motivo pelo qual a empresa Fixando resolveu lançar uma campanha online para reunir pessoas interessadas em ser Pais Natais.

“Até dia 16 de dezembro, a Fixando agilizará o processo de registo na plataforma a todos os interessados em prestar serviços de animação como Pai Natal. Adicionalmente, os prestadores nesta área terão, também, acesso a uma proposta gratuita por dia, para que possam entrar em contacto com clientes imediatamente”, explica a empresa através de um comunicado.

“Esta é uma oportunidade aliciante para quem gosta de trabalhar com crianças e em animação de eventos, com os pedidos para contratação de Pais Natais a traduzirem-se num rendimento médio de 135 euros por serviço, com uma duração média de duas horas”, afirma a diretora de negócios da empresa, Alice Nunes.

A Fixando pretende angariar cerca de 1000 Pais Natais em todo o país, no decorrer dos próximos dias, garantindo resposta aos clientes que procuram trazer alguma magia adicional aos eventos natalícios.

“Com dois serviços por dia, num fim de semana é fácil atingir mais de 500 euros, bastando apenas um pequeno investimento no fato, que custa cerca de 30 euros já com botas e adereços (barba e bigode)”, acrescenta.

A empresa sublinhou que Lisboa é o distrito onde foram enviados mais pedidos para realizar o trabalho (43%), seguido pelo Porto (17%), Aveiro (10%) e Braga (8%).


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *