Pinhal Novo

Falta de funcionários gera protesto na Escola Secundária do Pinhal Novo  

- publicidade -

Os alunos da Escola Secundária do Pinhal Novo, Palmela, concentraram-se hoje à entrada daquele estabelecimento de ensino em protesto contra a falta de funcionários, o que leva a que a escola encerre todos os dias pelas 16h00.

Catarina Oliveira, aluna do 12.º ano, que integra a organização do protesto e membro da JCP, disse à Agência Lusa que «consideramos insustentável a atual situação. Esta escola tem mais de 1.800 alunos e deveria ter cerca de 30 funcionários ao serviço, mas tem muito menos, até porque há cerca de uma dezena de funcionários de baixa médica».

A aluna explicou que a ação de luta foi organizada pela Associação de Estudantes com o apoio da estrutura partidária.

Os alunos organizaram também um abaixo-assinado ao Ministério da Educação a exigir o reforço de funcionários de forma a assegurar o normal funcionamento do estabelecimento, e esta manhã já haviam sido recolhidas mais de 300 assinaturas.

Também a Associação de Pais da Escola Secundária do Pinhal Novo (APESPN) solicitou no dia 16 de Outubro uma reunião com o Diretor Regional de Educação, «para que, no prazo máximo de uma semana, possa ser informada sobre uma possível solução para a falta de funcionários, não docentes, na escola. Terminado este prazo, e não obtendo resposta adequada, a Associação admite que possa ser tomada uma posição mais firme em colaboração com, e entre, toda a comunidade escolar», informam na sua página do Facebook.
A APESPN informa ainda que «após reuniões realizadas com a direção da escola, fomos informados que existe intenção de minimizar o problema, estando em estudo a possibilidade de retomar o horário letivo da escola, com várias limitações que deverão ser comunicadas pela própria direção da escola.
A APESPN considera que qualquer ação de protesto, nesta fase, pode não ser adequada.

Apelamos à união de esforços entre todos para que se consiga atingir o objetivo pretendido.
Solicitamos que acompanhem a evolução dos acontecimentos através da nossa página de Facebook.»


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo