DistritoDistrito SetúbalMontijo

Executivo da Câmara Municipal do Montijo em visita a Canha

publicidade

A freguesia de Canha, Montijo, recebeu no dia 21 de Fevereiro, a primeira visita de elementos do executivo da Câmara Municipal do Montijo, no âmbito do ciclo de visitas que vão ser realizadas às freguesias e uniões de freguesias do concelho.

O presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, e os vereadores Maria Clara Silva, Ricardo Bernardes e Sara Ferreira participaram na visita que, além de uma maior proximidade à população, procura também dar visibilidade ao trabalho desenvolvido pelas instituições locais de solidariedade social.

A visita iniciou com uma reunião na sede da Junta de Freguesia, com o executivo da freguesia liderado por Armando Piteira a dar nota das suas principais preocupações, nomeadamente intervenções pontuais na Escola Básica de Canha como a reparação do telheiro de acesso às casas de banho e pinturas diversas; a reparação de calçadas; e a extensão da rede de abastecimento de água a zonas isoladas da freguesia, em particular nas Latadas.

Decorreu depois a verificação de alguns investimentos executados ou a executar na freguesia, com destaque para a nova ETAR de Canha, o último subsistema de saneamento completo (ETAR e sistema de drenagem e elevatório) realizado pela Simarsul no concelho do Montijo, uma obra no valor de 1, 2 milhões de euros.

Foi também visitada a Santa Casa da Misericórdia, os Bombeiros Voluntários e a Casa do Povo de Canha, instituições que contribuem para as respostas sociais existentes na freguesia.

Na Santa Casa da Misericórdia de Canha, a direção solicitou o apoio da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia para a realização de intervenções no edifício.

Na Casa do Povo de Canha, a obra do futuro lar foi referenciada como o principal objetivo da instituição, respondendo o presidente da autarquia que irá equacionar todas as questões e, dentro das possibilidades da autarquia, apoiar as instituições.

Nos Bombeiros Voluntários de Canha foi abordada a necessidade de uma nova uma ambulância de emergência pré-hospitalar, que a câmara já assumiu o compromisso de apoiar a sua aquisição. Foi, igualmente, levantada a questão da criação de uma Equipa de Intervenção Permanente para o socorro aos cidadãos, processo que a câmara se encontra a ultimar com o Ministério da Administração Interna.

A visita prosseguiu ao final da tarde, na sede da junta, numa reunião com os munícipes para os autarcas escutarem as suas sugestões e encontrar, em conjunto, soluções para os principais problemas que preocupam a população da Freguesia de Canha.

As principais questões levantadas pelos munícipes foram algumas do foro pessoal, mas também problemas mais genéricos como os transportes públicos e a desertificação da vila. Sobre as questões da mobilidade, Nuno Canta afirmou que, ao longo dos anos, a Câmara tem assumido uma posição intransigente com os Transportes Sul do Tejo relativamente às carreiras entre Canha e o Montijo, opondo-se determinantemente ao término das carreiras nos dias de semana.

A interioridade e a desertificação da vila são outros temas que preocupam munícipes e autarcas, com o presidente da câmara a expressar a sua convicção que só “com investimento, público e privado, se poderá alterar este cenário” e dando como exemplo o investimento do novo Estabelecimento Prisional que o Estado pretende implementar na antiga Herdade Gil Vaz.

A próxima visita do executivo municipal terá lugar no dia 7 de Março, à Freguesia de Sarilhos Grandes.

Ler mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui