TV e Cinema

Ex-comentadora do “Big Brother” fala em racismo e gordofobia na TV portuguesa

- publicidade -

Magda Burity foi comentadora do “Big Brother 2020”, alega que não voltou como comentadora na nova edição, porque a consideraram“um dano colateral das escolhas” e “assim que puderam, despacharam-me”, acusou a comunicadora.

A comentadora fez duras acusações nas Redes Sociais: “Hoje vou falar-vos de cancelamento em Portugal enquanto está a passar na TVI o ‘Big Brother’, em simultâneo a este post”. “Toda a gente sabe que fui comentadora deste formato naquele que dizem que foi o regresso e a viragem com temas que ajudaram a olhar para o mundo da forma como ele deve ser entendido e justo. Não é só quando um príncipe ou uma princesa falam de racismo que se deve dar ouvidos por isso partilho a minha história que tem que ser conhecida também“.

E aponta os motivos para não ter continuado: “E não voltei. Não voltei porque me foi dito que fui um dano colateral das escolhas – pessoais ou coletivas, mas isso agora não interessa nada. Todos os outros comentadores regressaram e foram convidados mais. Nenhum negro”.

A comunicadora em resposta a um seguro disse que “há preconceito, sim, em Portugal na TV generalista. Há gordofobia e o mundo precisa de saber. Além da patente falta de representatividade negra em lugares de decisão, opinião válida e projetos de continuidade que não seja cantar e pular. É disso que a Madame Comunicação fala neste post”, reproduziu a TV7 Dias.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo