DistritoLisboaSociedade
Em Destaque

Ex-candidato a bastonário da Ordem dos Advogados “ataca” atual bastonário

António Jaime Martins candidatou-se às últimas eleições da Ordem dos Advogados, perdendo para o atual bastonário Luís Menezes Leitão, que hoje criticou e até deixa uma questão sobre o atual bastonário ter deixado de ser seguidor de Donald Trump

publicidade

As hostes para os lados do Largo São Domingos, Lisboa, parecem estar ao rubro, depois da perda do Presidente dos Estados Unidos ter perdido para Biden, os ‘ataques’ ao atual bastonário da Ordem dos Advogados (OA) foram surgindo nas redes sociais, como a do ex-candidato a bastonário e anterior presidente do Conselho Regional de Lisboa da OA, António Jaime Martins que deixou na sua página pessoal uma questão pertinente: “Luís Menezes Leitão era um seguidor de Trump no Twitter(…) Hoje, não sei porquê, Menezes Leitão deixou de seguir Trump”.

O advogado afirma na sua publicação que o <<atual bastonário terá semelhanças no estilo autocrático, populista e boçal>>, apontando ainda o dedo ao bastonário com ter em comum também o desastre das suas “políticas” para quem governa.

Ficou ainda a questão de o porquê de Menezes Leitão ter-se retirado de seguidor de Donald Trump.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui