Justiça

Ex-bombeiro entre os detidos por provocarem fogos florestais

- publicidade -

O comando Territorial do Porto da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Posto Territorial de Paço de Sousa, deteve dois homens de 22 anos, um deles ex-bombeiro, pela prática do crime de incêndio florestal, no concelho de Penafiel.

Os militares foram informados por populares que “haviam avistado uma viatura na qual seguiam dois homens que provocaram um incêndio florestal, na freguesia de Lagares, concelho de Penafiel”, pode ler-se no comunicado da GNR.

A autoridade encetou de imediato “diversas diligências policiais, que culminaram na identificação dos suspeitos, um deles ex-bombeiro, os quais confirmaram terem sido os autores do crime de fogo posto”, acrescentando que estes indivíduos, desde 2018, “recorriam a acendalhas que atiravam para zonas de floresta, provocando desta forma vários incêndios florestais, nos concelhos de Penafiel e Paredes”.

Os suspeitos foram detidos e presentes a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Penafiel, na segunda-feira, tendo sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui