Autárquicas 2021Palmela 2021

Ex-autarca de Quinta do Anjo está de volta à política local

Valentim Pinto foi presidente da Junta de Freguesia de Quinta do Anjo onde teve um mandato muito conturbado entre autarcas da oposição e até do próprio PCP.

- publicidade -

Há quatro anos a Quinta do Anjo dava uma reviravolta no campo da política, o Partido Comunista Português (PCP) já não recandidatava o seu autarca para um novo mandato depois de quatro anos muito conturbados entre o autarca Valentim Pinto e alguns autarcas do próprio PCP e da oposição.

A rota de colisão estava prestes a arrebentar, e muitos processos judiciais foram levantados mas também arquivados pela justiça portuguesa, arquivamentos por não haver indícios de crime de que era acusado em queixas anónimas que apresentavam nas autoridades judiciárias.

Passados quatro anos de afastamento da vida política, o ex-autarca do PCP está de volta à vida política local, desta vez o seu nome aparece nas listas da Assembleia Municipal por aquele partido. O Diário do Distrito tentou mais esclarecimentos perante a DORS e até pelo Comité Central do PCP sobre a escolha do nome de Valentim Pinto para as listas, mas não obteve qualquer reação por parte do PCP.

Segundo fontes ligadas ao PCP, o nome de Valentim Pinto aparece depois de alguns nomes que foram contactados não terem aceite o convite a ingressar nas listas, afirmando mesmo que as listas do PCP em Palmela estiveram muito difíceis de serem encerradas.

O PCP este sábado andou em arruada pelas ruas da vila de Pinhal Novo e contou com a presença do seu secretário geral, Jerónimo de Sousa, que apelou ao voto no palco montado no Jardim José Maria dos Santos.

Artigos Relacionados

comentário

  1. Se a Sra Meira for eleita em Almada, o que espero não aconteça, para bem dos munícipes de Almada, espera-os a experiência herdada de uma desgraçada e miserável gestão do parque urbanístico de Setúbal. Uma gestão desligada dos interesses dos munícipes e centrada na promoção pessoal através de iniciativas e e obras faraónicas que muito pouco contribuíram para o desenvolvimento daquela cidade que tem as condições para ser uma das melhores cidades portuguesas. A pesada herança deixada pelo antigo presidente e prof. primário Mata Cáceres (PS) que se traduziu em escaqueirar a cidade e deixar a uma das maiores dívidas de todos os municípios do país. Veio em seguida a gestão comunista que para reduzir essa pesada dívida hipotecou o futuro da cidade ao tomou decisões urbanísticas que conduziram e agravaram a degradada situação actual. Por que razão os actuais candidatos nao confrontaram a Sra. Meira com esta situação??

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo