Estudantes Socialistas saúdam remoção de amianto nas escolas

Nota de imprensa do Núcleo de Estudantes Socialistas do Seixal sobre remoção do amianto nas escolas do concelho

publicidade
Tempo de Leitura: 2 minutos

O Núcleo de Estudantes Socialistas do Seixal enviou uma nota de imprensa na qual saúda a remoção do amianto nas escolas do concelho do Seixal.

Nesta nota o núcleo de estudantes socialistas refere que «finalmente,  depois  de  muitos anos  de  luta  de  toda  uma  comunidade  escolar, assiste-se  à remoção  do  amianto nas escolas do concelho» e frisa que o processo decorre por «iniciativa do governo, que foi inscrito no  Plano  de  Recuperação  Económica  e  Social um investimento na ordem dos 60 de milhões de euros, pese embora no nosso concelho a autarquia de executivo CDU se tenha recusado a celebrar os devidos protocolos para a concretização  das empreitadas».

Este núcleo refere ainda que «em relação às escolas do 1.º  ciclo, geridas  pelas autarquias, a   Câmara   Municipal   do   Seixal avança   com   a remoção do   amianto, correspondendo a um investimento de cerca de 1 milhão de euros».

Indicando os riscos do amianto ou placas de fibrocimento, frisam ainda que «fica a ganhar a saúde pública com a remoção total deste material das escolas do nosso  concelho, aliado  ao  facto  das  intervenções não comprometerem o  início  das atividades letivas».

Durante vários anos as comunidades escolares têm reclamado pela retirada das placas de fibrocimento e os estudantes socialistas ressalvam «a luta e a mobilização de toda a comunidade escolar da EB Dr. António Augusto Louro-que promoveu manifestações, tomadas de posição na Assembleia Municipal, recomendações ao governo que foram aprovadas na Assembleia da República, entre outras iniciativas.

É   de   salientar   que   esta comunidade   escolar sempre   lutou   para   que   este   tema permanecesse na ordem do dia. Enobreceu-se assim a dedicação da comunidade escolar à causa pública. No final, a escola pública é de todos nós.

De sublinhar que o Núcleo de Estudantes Socialistas do Seixal vê com alguma repugnância qualquer tentativa de aproveitamento político no que toca a este tema.

A saúde não pode nem deve  ser  passível  de  jogadas políticas,  nomeadamente de  partidos  mirando  aseleições autárquicas.

De acordo com o já escrito no artigo do Diário do Distrito “O Perigo do Amianto nas Escolas do Seixal”, do passado dia  7  de março: ‘A substituição  dos  revestimentos  de amianto por outras soluções que não prejudiquem a saúde dos que estudam e trabalham nesta escola do concelho do Seixal é uma justa aspiração dessa comunidade escolar.

É por isso  tempo  de  agir,  pela  nossa  escola  pública, mas  acima  de  tudo  pela  saúde  de  todos nós!’

Hoje sabemos que valeu a pena!»

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome