Atualidade

Estado quer casas devolutas de privados para reforçar rendas acessíveis

O Governo quer lançar a “Função Social de Habitação” e para isso as autarquias vão poder comunicar aos donos de casas devolutas que as vão colocar no mercado de arrendamento acessível.

A medida será regulamentada por um decreto-lei, no âmbito da Lei de Bases da Habitação, e prevê que os municípios tomem conta das casas depois de as classificarem como devolutas para efeitos fiscais. Isto, ao abrigo da lei de 2006, que permite às  autarquias a comunicação à Autoridade Tributária que um imóvel está devoluto para o Imposto municipal ser agravado.

Assim, o Público adianta, que a renda paga pelo município ao proprietário será calculada com base no valor de referência definido no Programa de Arrendamento Acessível.

Este valor está 20% abaixo do valor de mercado apurado pelo INE. Já as obras a Câmara pode fazê-las e exigir os custos, coercivamente, ao dono do imóvel, por condições de segurança e de salubridade.

 


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *