coronavírusDesportoDistrito Setúbal

Estádio do Bonfim tem todas as condições que DGS exige, garante Vitória de Setúbal

O presidente do Vitória de Setúbal, Paulo Gomes, em nota enviada à comunicação social garantiu que o Estádio do Bonfim reúne as condições exigidas pela Direção-Geral da Saúde (DGS) para decorrerem os jogos da Primeira Liga de futebol.

O Estádio do Bonfim foi ontem alvo de vistoria às condições de segurança e higiene. Mas, o presidente do Vitória de Setúbal, Paulo Gomes, mantém-se confiante com os resultados. “É um estádio antigo, é verdade, não tem as condições que todos gostaríamos que tivesse, estamos a trabalhar para as melhorar, mas há um facto que é inegável: o Bonfim, neste momento, tem as condições que a Direção-Geral da Saúde pede”, complementa o líder sadino.

“A vistoria correu muito bem e deixou-nos com sinais bastante positivos. Aqui não está em causa se o estádio é do Euro 2004, se não é do Euro 2004, se é de nível 1, nível 2 ou nível 3. O que está aqui em causa é se cumpre ou não as condições exigidas pela Direção-Geral da Saúde. Isso é o mais importante”, frisou.

Na nota enviada à imprensa, apresentou os indicadores que, na sua perspetiva, enaltecem a segurança do recinto na crise sanitária em que vivemos, pois “quem conhece o Estádio do Bonfim sabe que é dos estádios mais arejados, em que as equipas não se cruzam e onde os jogadores andam cinco metros e estão no relvado. Uma vez que as atividades da ginástica estão suspensas, apresentámos ainda uma possibilidade que passa pelo aproveitamento desse espaço, uma vez que tem excelentes balneários e zonas de acessos excecionais”.

A vontade de retomar o campeonato português foi expressa no documento enviado à imprensa, “O Vitória é de Setúbal e vamos lutar para que continue a jogar em Setúbal. Não quer isto dizer que vamos colocar algum entrave ao retomar do campeonato, até porque essa sempre foi uma batalha nossa e vamos jogar, independentemente da decisão que for tomada”, disse.

Caso o Estádio do Bonfim não passe nos critérios da DGS, Paulo Gomes garante que no Vitória de Setúbal há um “um plano B” que passa por jogar na Cidade do Futebol, em Oeiras, que  indica ser “o nosso mal menor, mas a nossa luta é só uma: o Vitória é no Bonfim. Jogarmos na Cidade do Futebol é uma possibilidade, mas, muito sinceramente, depois daquilo que se passou hoje aqui no Bonfim, duvido que aconteça”.

Ler mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios. Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site