OpiniãoRubrica

Espelhos

- publicidade -

A necessidade de aprovação por parte do Outro, acompanha o ser humano ao longo de todo o ciclo de vida. Precisamos sentir que somos amados e validados, que somos importantes.

Ser consciente desta necessidade será o primeiro passo para que esta não nos aprisione e para procurarmos dentro de nós o espelho mais importante: o do amor próprio.

Os meus pacientes ouvem-me, brincar, muito a sério, com a importância de se enamorarem ao espelho. De se olharem, reconhecerem e acarinharem. De serem generosos consigo próprios! Demasiadas vezes sobra-nos exigência e falta-nos satisfação!

Alegre-se com o Eu! Procure dentro de si o potencial para ser feliz e para gerar felicidade. Escolha ser feliz!

Rodeie-se de outros, pessoas/espelhos, que o olhem com respeito e amor. Que celebrem consigo a vida, sem a castrarem.

Tantos de nós vivem obcecados com a opinião do Outro, ao ponto de se despersonalizarem, qual camaleão, e de se perderem de si, numa busca sem fim…

Pare um pouco e olhe à sua volta. Quem são os espelhos que o rodeiam? O que lhe devolvem sobre si? Serão os espelhos certos? Os que o reforçam positivamente? Os que lhe dão a mão quando se sente a cair?

Sim? Então continue nesse trilho!

Não? Então mude! Quebre a ilusão desses espelhos, liberte-se dessas críticas destrutivas e arrisque!

Enamore-se de si e rodeie-se de espelhos luz!


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui