ReportagemSeixal

Escultura da Lula-Gigante feita de lixo apanhado nas praias inaugurada no RioSul Shopping

A "Lula-Gigante" foi inaugurada na terça-feira no RioSul Shopping e nasceu através de ações de recolha de lixo nas praias do Meco, Lagoa de Albufeira e Sesimbra.

- publicidade -

A “Lula-Gigante” foi inaugurada na terça-feira no RioSul Shopping e nasceu através de ações de recolha de lixo nas praias do Meco, Lagoa de Albufeira e Sesimbra, pelas mãos da artista Soraia Domingos.

O Diário do Distrito esteve presente na inauguração que surgiu depois de uma iniciativa organizada pelo centro comercial. Foram recolhidos 1739 kg de lixo, aproveitados pela artista para construir uma escultura com quase três metros e que não escapou ao olhar dos mais curiosos que iam passeando pelos corredores.

“Já há algum tempo que trabalho com peças recicladas e material não convencional, mas o maior desafio foi a dimensão e a estrutura da peça. Fiz a lula para retratar uma criatura do mar e para relembrar as pessoas que a poluição do mar destrói os habitats. Na base estão os corais, que também sofrem muito com a poluição”, explicou Soraia Domingos ao nosso jornal.

A artista que criou a Lula-Gigante, Soraia Domingos

“Os tentáculos foram feitos com garrafas e em baixo está uma anémona. Tem também pacotes de sumo, tiras de plásticos, tubos e tudo mais. Penso que consegui mostrar os vários tipos de lixo que são encontrados nas praias e oceanos”, disse.

A diretora de Marketing do RioSul Shopping, Susana Ramos Pires, sublinhou que a escultura “representa os cuidados que temos de ter nas praias, porque a praia é de todos. A peça ficou muito feliz, vai ficar permanentemente no centro comercial e a fazer parte da decoração para lembrar a todos diariamente estas questões e preocupações.

É importante passar a mensagem às crianças porque elas, mais do que ninguém, têm de começar a ter estas práticas de reciclagem desde pequeninas, para que no futuro não tenham os mesmos problemas que nós”.

Apenas alguns tipos de lixo que foram utilizados para criar a peça.

Já Joaquim Correia, diretor comercial da Animagest, revelou que “a ideia era fazer uma ação de praia onde pudéssemos recolher lixo, e depois dessa recolha selecionar o que fosse reciclado para criar uma peça.

Escolhemos esta artista que era alguém que já conhecíamos e sabíamos podia fazer uma peça interessante. A lula passa uma boa mensagem e estas iniciativas são muito boas para minimizar a pegada ambiental e melhorar esta situação da poluição”.

Entre muitas fotos com a família e amigos da artista, a manhã ficou marcada por mais uma bela escultura que serve como chamada de atenção para todos nós, no sentido de preservarmos as nossas praias e oceanos.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo