DestaqueDistritoLisboaSociedade
Em Destaque

Escola suspende aluno por partilhar lanche com os colegas e não cumprir com as regras da Covid-19

O caso está a ser muito contestado nas redes sociais e os cibernautas acusam mesmo a escola de ser insensível à partilha do aluno. Do lado da escola a resposta é que as regras são para cumprir e servem para travar os contágios durante a pandemia

publicidade

Uma carta que foi divulgada nas redes sociais onde o Agrupamento de Escola Escultor Francisco do Santos, em Rio de Mouro, Sintra,suspende um aluno por um dia, sanção cumprida no dia de ontem, está a agitar a comunidade de cibernautas.

Em questão está a partilha que o aluno fez do seu lanche com outro colegas, o Diário do Distrito conseguiu apurar que o aluno partilhava uma sandes com alguns colegas e que foi visto por um funcionário que alertou a direção da escola e que a mesma terá decidido penalizar o aluno com um dia de suspensão.

Segundo a carta agora divulgada nas redes sociais diz que a “partilha de comida numa altura em que todos estão informados de que isso coloca em perigo o bem-estar de todos” é um ato “muito grave” e foi por isso que a Medida Disciplinar Sancionatória foi aplicada ao aluno em causa.

As reações dos cibernautas não se atrasaram e invadiram as redes sociais com vários comentários: “Não acredito…que falta de Humanidade! Ainda bem que esta escola não é o padrão!”, ou “Se fosse com o meu filho, esta senhora não ia ter um dia feliz!!!””.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui