Barreiro

Escola Rita Seixas produz energia para autoconsumo

Projecto cria autosustentabilidade em edifícios municipais

publicidade

A Escola Básica José Joaquim Rita Seixas, na freguesia do Barreiro, foi o primeiro edifício a ser intervencionado no âmbito de um plano de melhoria do desempenho energético dos vários edifícios municipais.

Num comunicado, o vereador Bruno Vitorino explica que a intervenção, da responsabilidade da Divisão de Sustentabilidade Ambiental e Eficiência Energética, traduz-se na colocação de 50 painéis fotovoltaicos para autoconsumo, integrados na arquitetura do edifício, os quais vão produzir cerca de 60% da energia consumida pela escola.

«Isto quer dizer que os custos da energia produzida pela rede serão reduzidos para 40%, traduzindo-se isto numa poupança anual estimada de, aproximadamente, 4 mil euros por ano.

Pretendemos replicar este investimento noutros edifícios municipais, algo que permitirá poupar milhares de euros ao município. A verba poupada poderá ser canalizada para outras necessidades ao nível das escolas, como por exemplo a climatização das salas de aula, porque em muitas escolas simplesmente não existe qualquer sistema de aquecimento das salas e as crianças passam frio no inverno, e calor no verão.»

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui