Nacional

Escola Digital entrega 100 mil computadores às escolas

- publicidade -

O programa Escola Digital vai disponibilizar na primeira fase 100 mil equipamentos para as escolas usufruirem enquanto recursos didáticos e educativos.

“O diretor-geral da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE) disse que, nesta primeira fase, o objetivo é entregar 100 mil equipamentos às escolas, sendo dada prioridade aos alunos mais carenciados“, adiantou Jorge Ascenção, presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais (Confap) à Lusa.

Os equipamentos serão entregues dando prioridade a situações sinalizadas pela Ação Social Escolar (ASE), mas com a flexibilidade de acordo com as necessidades dos alunos, como por exemplo situações de confinamento.

Os equipamentos permitirão ajudar alunos numa eventual aplicabilidade de um tipo de ensino misto ou mesmo à distância, caso o surgimento de mais infeções por covid-19 na comunidade escolar viabilizem o encerramento de aulas presenciais.

Os pais defendem que os computadores fiquem na posse das escolas para que possam ser disponibilizados em caso de necessidade.

Os diretores de escolas sugeriam que este programa deveria seguir a génese e os moldes do modelo de distribuição de manuais escolares: “São gratuitos mas a titulo de empréstimo”, explicou Filinto Lima, presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP) em declarações à Lusa.

Os diretores de escolas e pais alertam para uma realidade nas escolas que se acentuou com período de confinamento relativo a parque informático envelhecido, com  84% dos equipamentos com mais de três anos.

Assim, o programa Escola Digital prevê a aquisição de computadores, conectividades e serviços para permitir às escolas o recurso a meios didáticos e educativos digitais e capacitação digital dos docentes.

 


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui