Parceiros
Atualidade

Entrega de carros novos com atrasos de 12 meses faz disparar preços dos usados até 20%

As entregas de carros novos em Portugal têm registados atrasos que podem chegar aos 12 meses pela escassez de chips.

Esta conjuntura levou a um aumento de 20% das viaturas em segunda mão, avança o Público.

“Ao contrário da oferta, a procura é elevada e está em níveis de 2019”, confirmou ao jornal, Hugo Filipe, gestor de marketing da Benecar. “Com a procura em alta e a oferta em baixa, os preços sobem. É a economia a funcionar. Comprar um Seat León hoje custa mais 20% do que custava há seis meses”, completa.

Mas números oficiais revelam que a venda de usados em 2021 caiu 11% face a 2019 e 13% face a 2020. O diretor-geral do Stand Virtual, Nuno Castel-Branco, culpa a falta de chips: “A fábrica de carros usados são as fábricas de carros novos. Quando há menos 30% de carros novos vai haver menos usados mais à frente. Há uma crise brutal”, insiste.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.