Entra em festa Covid-19 e não resistiu ao vírus

Homem não acreditava na Covid-19 contraiu a doença numa festa anti-covid e morre passados dias. Admitiu ter cometido "um erro"

publicidadeGearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion
Tempo de Leitura: < 1 minuto

Um homem com 30 anos que acreditava que a Covid-19 não passaria de uma fraude, aceitou entrar numa festa com o mesmo nome e não resistiu ao vírus, acabando por morrer.

Tudo aconteceu nos Estados Unidos, onde o homem aceitou entrar na festa do Covid-19 e contraiu a doença. A vítima participou no evento, onde estavam várias pessoas infetadas e o objetivo era provar de que a doença não era real.

A médica chefe do Methosit Hospital, em San António, revelou os pormenores da causa da morte do homem. “Acho que cometi um erro. Pensei que a doença era uma mentira, mas não é”, afirmou o homem à enfermeira, depois de este lhe ter contado todo o sucedido.

Este tipo de festas que estão a ser motivo de noticias em todo o mundo, são realizadas com o intuito de testar se existe ou não o vírus, ou então de expor intencionalmente as pessoas ao Covid-19 numa tentativa de ganhar imunidade. Segundo especialistas em saúde pública afirmam que não está nada ainda comprovado sobre essa imunidade.

NOTICIA RECOMENDADA: Festas Covid-19 com apostas a ver quem apanha a infeção primeiro

 

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome