Atualidade

Enfermeiros marcam concentração frente à ARS de Lisboa e Vale do Tejo

- publicidade -

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses marcou uma concentração para amanhã, 30 de Setembro, frente à ARS de Lisboa e Vale do Tejo, na Av. Estados Unidos da América, em Lisboa, para reivindicar o suplemento de parentalidade.

«’ser mãe enfermeira na ARS de Lisboa e Vale do Tejo é ser discriminada…’. Na transição para a atual carreira de enfermagem eram critérios para que essa transição fosse automática que os enfermeiros especialistas exercem funções e recebessem o suplemento de 150€» refere a nota enviada à comunicação social.

«São centenas as mães enfermeiras que estando no exercício do direito de parentalidade e por isso ausentes dos serviços. Mudaram, por concurso, de instituição e, ainda que na instituição de origem estivessem a receber os referidos 150€ (incluído no valor de referência do valor pago pela segurança social pelo exercício do direito de parentalidade), a instituição ARS onde tomaram posse não as transitou para a categoria de Enfermeira Especialista.

Estando no exercício do direito de parentalidade não as incluíram nas listas para a atribuição dos 150€ impossibilitando a sua transição para a categoria de enfermeiro especialista» explicam ainda.

Para o SEP esta «é mais uma demonstração da falta de respeito pelas enfermeiras e enfermeiros e, no caso concreto, pelo direito das enfermeiras de terem filhos e serem mães e não serem prejudicadas (MAIS AINDA) no seu desenvolvimento profissional e salarial».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo