Parceiros
Mundo

Empresário russo oferece um milhão de dólares à polícia para deter Vladimir Putin

- publicidade -

Alex Konanykhin, empresário russo que reside nos Estados Unidos da América, ofereceu um milhão de dólares, cerca de 900 mil euros, à polícia como recompensa para deterem Vladimir Putin.

Escreve a Sic Notícias que o ex-banqueiro emigrante desde 1990, fez a “oferta” através do facebook, escrevendo: ““Prometo pagar um milhão de dólares a qualquer agente da polícia que, cumprindo o seu dever constitucional, detenha Vladimir Putin como criminoso de guerra, segundo o direito russo e internacional”.

Entretanto, a publicação foi apagada pela própria rede social, disse Alex Konanykhin.

“Como cidadão da etnia russa [palavras do próprio], vejo como meu dever moral facilitar a desnazificação da Rússia. Continuarei a ajudar a Ucrânia nos seus esforços heróicos para resistir ao assalto da horda de Putin”, reforçou.

Disse que Vladimir Putin já não é o presidente da Rússia, que “chegou ao poder em resultado de uma operação especial de rebentar edifícios de apartamentos na Rússia, depois violou a Constituição ao eliminar as eleições livres e assassinar os seus opositores”.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário