Parceiros
MundoPaís

Embaixada de Portugal vai regressar a Kiev “em breve”

- publicidade -

Portugal vai voltar às atividades diplomáticas em Kiev, e a embaixada na capital ucraniana voltará também ao ativo, logo que a segurança o permita.

O anúncio foi feito pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, à saída de uma reunião dos chefes de diplomacia da União Europeia, no Luxemburgo, que fez saber que se trata de “um sinal político muito importante”, e que “tinha sido pedido pelo presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky e também pelo Alto Representante da União Europeia, Josep Borrell, na sequência da visita que fizeram em conjunto com a presidente da Comissão, Ursula von der Leyen”.

Em declarações aos jornalistas, João Cravinho explicou que tal só deverá acontecer “mais provavelmente dentro de semanas, porque está em curso uma análise de segurança geral, que envolve outros países da União Europeia”.

O ministro português sublinhou que esta decisão, que surgiu depois do encontro da passada sexta-feira em Kiev, com altos representantes, vem mostrar o interesse da Europa, em “trabalhar de uma forma mais direta e estreita com a Ucrânia”. João Cravinho reiterou a “unanimidade” entre os países da União Europeia, de forma a “intensificar as sanções à Rússia”, e anunciou também a continuidade do apoio militar de Portugal, sendo que “já foram enviados dois voos de equipamento militar, e um terceiro irá partir em breve”.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário