DestaquePalmela 2021PolíticaSociedade

Em Palmela, a CDU acusa os socialistas de ter “tomado de assalto” a Assembleia Municipal

- publicidade -

Os comunistas do concelho de Palmela dizem não perdoar o Partido Socialista (PS) Palmela, pelo facto do mesmo ter retirado o poder à CDU na Assembleia Municipal.

Vários são os comentários que vão surgindo nas redes sociais, onde acusam o PS de ter tomado de “assalto” a Assembleia Municipal, isto porque na primeira reunião de Assembleia, os socialistas tiveram o aval dos partidos e movimento que estão na oposição (CHEGA, MCCP e PSD) para retirar o poder à CDU e à sua candidata, Ana Teresa Vicente.

Depois de toda a situação e de acusarem os socialistas, os comunistas dizem não estar abertos ao diálogo no executivo camarário. Segundo fonte próxima do PCP, a situação está muito difícil para que possam haver acordos com os socialistas, partido que deu a mão nas eleições de 2017/2021 à CDU, e em troca tiveram um vereador com pelouros.

O Diário do Distrito tentou obter mais esclarecimentos sobre toda a situação junto do presidente reeleito, Álvaro Amaro, que remeteu para o seu discurso de segunda-feira. No entanto, aquando da tomada de posse, acabaria por não dar grandes explicações sobre o que possivelmente poderá acontecer já esta semana.

Também tentamos obter esclarecimentos junto de Raul Cristóvão, presidente da Comissão Política do PS Palmela, que só adiantou: “estou aberto a conversações com todos, menos com o Chega”.  Fontes próximas do PS referem que “tudo pode acontecer, mas se não houver acordos na Câmara Municipal de Palmela, o senhor presidente, terá que governar o mandato sozinho… é o vencedor destas autárquicas e tem toda a legitimidade para governar com a ajuda da oposição ou não”, não esclarecendo no entanto, se haverá acordo como aquele que houve em 2017.

Assim sendo, na próxima segunda-feira, pelas 15:00, a primeira reunião pública realizar-se-à no Auditório da Biblioteca Municipal de Palmela, que entre os vários pontos de trabalho, terá a atribuição de pelouros aos vereadores do executivo.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo