Em dois meses GNR registou mais de 50 queixas por maus-tratos a animais

A Guarda Nacional Republicana registou desde o início do ano mais de meia centena de queixas por maus-tratos a animais de companhia através da Linha SOS Ambiente, dos postos territoriais ou diretamente aos militares.

0
274
Tempo de Leitura: < 1 minuto

A Guarda Nacional Republicana registou desde o início do ano mais de meia centena de queixas por maus-tratos a animais de companhia através da Linha SOS Ambiente, dos postos territoriais ou diretamente aos militares.

Segundo dados da GNR enviados esta quarta-feira à Lusa, desde o dia 1 de janeiro, a guarda recebeu 160 denúncias que visavam animais de companhia.

Das 160 denúncias, 52 diziam respeito a maus-tratos e 33 por abandono, segundo os dados da GNR, que adianta que foram levantados desde o início do ano 320 autos de contraordenação referentes a legislação que visa os animais de companhia.

Em 2019, a GNR recebeu 4.142 denúncias, das quais 672 por maus-tratos e 415 por abandono. No ano passado foram levantados 5.107 autos de contraordenação referentes a legislação que visa animais de companhia e em 2018 foram recebidas 3.874 denúncias, das quais 687 por maus-tratos e 316 por abandono, e levantados 5.303 autos de contraordenação.

Os dados sobre denúncias que visaram animais de companhia incluem situações de maus-tratos e abandono e todas as outras que se relacionem com este tipo de animais, nomeadamente ruído de vizinhança, não cumprimento das normas de alojamento ou de detenção, entre outras.

Em relação aos autos de contraordenação, as infrações mais verificadas, segundo os dados da GNR, são a falta de licença, registo, identificação através de chip, vacinação e trela ou açaime (quando circulam na via pública).

Um dos casos mais mediaticos ocorreu este mês, depois da denúncia feita contra o cavaleiro tauromáquico João Moura, acerca dos galgos que mantinha em condições de subnutrição na sua herdade em Monforte.

A este propósito, o Diário do Distrito convidou o advogado Paulo Edson Cunha para esclarecer os leitores sobre a legislação de proteção a animais de companhia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome