DestaquePolítica

PSD Alcochete abandonou Assembleia Municipal em protesto

Eleitos do PSD Alcochete retiraram-se da Assembleia Municipal

- publicidade -

Os eleitos do PSD Alcochete abandonaram a Assembleia Municipal que teve lugar este sábado, 27 de Fevereiro, em protesto por a mesma se realizar de forma presencial, em vez de decorrer através de meios digitais.

Na página do Facebook o PSD Alcochete explica o protesto afirmando que «não compreende a realização da Assembleia Municipal de Alcochete em formato presencial» e que «perante a insistência em colocar a segurança de todos em causa e em não liderar pelo exemplo, o PSD Alcochete não teve alternativa senão ausentar-se».

Também Francisco Gomes da Silva, deputado municipal pelo PSD Alcochete, assina uma nota enviada às redações, na qual critica o facto de as Assembleias Municipais do concelho continuem a decorrer de forma presencial.

«É incompreensível que se permita nesta altura, nesta fase e depois de tudo o que aprendemos com esta pandemia, que a Assembleia continue a propor encontrar-se presencialmente com este número de pessoas» refere a nota.

«É um ato de absoluta cegueira institucional, que ignora o prejuízo e o esforço de todos aqueles que fecharam portas a clientes, família e amigos.»

O deputado relembra que o PSD «na última Assembleia Municipal, pela voz da sua deputada municipal Andreia Sousa propôs a realização desta reunião no formato digital de forma a garantir a segurança de todos.

Lembramos que esta sessão é aberta ao público convidando a que a participação de cidadãos se torne numa forma de atentar às regras do estado de emergência.

Tendo esta assembleia optado por não agir em conformidade com o proposta e, principalmente em solidariedade com todos os que se veem limitados nos seus direitos e liberdades, cabe ao PSD, hoje apenas representado por um deputado, abandonar esta Assembleia sob a forma de protesto.»


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui