Parceiros
País

EDUCAÇÃO – Greve de professores em Setúbal a 1 de Outubro

As organizações sindicais de professores vão entregar esta sexta-feira, às 11h00, o pré-aviso de greve, no Ministério da Educação, e à semelhança da última greve, também esta terá a duração de quatro dias, de 1 a 4 de Outubro, cada um dos quais atingindo uma região especifica do país.

A greve arranca dia 1 de Outubro na Região da Grande Lisboa, abrangendo os distritos de Lisboa, Setúbal e Santarém. Dia 2 de Outubro paralisarão os docentes do Alentejo e do Algarve. Dia 3 será a vez dos professores da Região Centro e dia 4 da Região Norte e Açores.

Sexta-feira é o último dia da semana de plenários que estão a realizar-se em todo o país, nos quais já participaram milhares de professores e educadores.

Em comunicado, a FENPROF afirma que foi aprovada «por unanimidade e aclamação, uma tomada de posição, em que os professores ratificam a estratégia negocial e de luta apresentada pelas suas organizações sindicais».

Os professores e educadores reunidos em dez estruturas sindicais (ASPL, Fenprof, FNE, Pró-Ordem, SEPLEU, SINAPE, SINDEP, SIPE, SIPPEB e SPLIU) exigem que o governo contabilize os 9 anos, 4 meses e 2 dias de atividade realizada durante os períodos de congelamento das carreiras.

Por sua vez o Governo já anunciou que vai aprovar um decreto-lei no sentido de permitir que a partir de 1 de Janeiro de 2019, aos docentes do ensino básico e secundário cuja contagem do tempo de serviço esteve congelada entre 2011 e 2017, seja atribuída uma bonificação de 2 anos, 9 meses e 18 dias a repercutir no escalão para o qual progridam a partir daquela data.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.