Economia cai 16,5% no segundo trimestre, a maior queda de sempre

Imagem: Veja
publicidadeGearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion
Tempo de Leitura: < 1 minuto

A economia portuguesa afundou 16,5% no segundo trimestre de 2020, em comparação com igual período do ano passado. Face igual trimestre de 2019, a quebra foi de 14,1 %, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Assim, é a maior descida do PIB num trimestre, abaixo da maior registada no quarto trimestre de 2012 com a descida de 4,5%, face aos registos do INE desde 1996.

“Refletindo o impacto económico da pandemia, o Produto Interno Bruto (PIB) registou uma forte contração em termos reais no 2º trimestre de 2020, tendo diminuído 16,5% em termos homólogos, após a redução de 2,3% no trimestre anterior”, informa o INE.

A queda do PIB, foi potenciada pela covid-19 e “em larga medida pelo contributo negativo da procura interna para a variação homóloga do PIB, que foi consideravelmente mais negativo que o observado no trimestre anterior, refletindo a expressiva contração do consumo privado e do investimento”.

As famílias em casa e as empresas a funcionarem a mínimos, levou a uma diminuição da procura interna.

A crise pandémica mundial também influenciou a procura externa e os turistas no nosso território, revelando-se numa  “diminuição mais significativa das Exportações de Bens e Serviços que a observada nas Importações de Bens e Serviços devido em grande medida à quase interrupção do turismo de não residentes“.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome