DestaqueDistritoLisboa

Dois desaparecidos em explosão que fez desabar prédio

Cães ajudam bombeiros a procurar as pessoas nos escombros do edifício destruído na rua de Santa Marta, em Lisboa.

- publicidade -

Há, pelo menos, cinco feridos a registar, um deles em estado grave que já foi transportado para o hospital, e ainda duas pessoas desaparecidas.

Os Bombeiros Sapadores do Regimento de Lisboa já combateram as chamas que encontraram assim que chegaram ao local e, nesta altura, está a ser posto em marcha o plano de resgate de duas pessoas que foram dadas como desaparecidas.

Para isso estão a ser utilizados cães para tentar identificar a presença de pessoas com vida, um trabalho que está a ser feito com muito cuidado devido ao terreno sensível. Caso os canídeos não detetem vida, os bombeiros passarão à fase de remoção dos escombros, trabalhos que serão feitos com minuciosidade para não provocar mais danos aos edifícios adjacentes ao que desabou.

Procedimentos que as autoridades estimam que se prolonguem por várias horas.

O alerta foi dado às 7:48 deste domingo para a rua de Santa Marta, em pleno centro de Lisboa. A explosão foi ouvida por muitos moradores, que registaram os momentos seguintes, nomeadamente o forte incêndio que consumiu o edifício antigo e fez desabar o mesmo.

No edifício residiam nove pessoas, cinco ficaram feridas, duas não estavam no local e outras duas estão dadas como desaparecidas.

Segundo o vereador Carlos Castro, os moradores dos prédios contíguos foram retirados.

A fachada do edifício ruiu e acabou por atingir viaturas estacionadas na rua, bem como o Hospital de Santa Marta.

No local, a PSP realiza um perímetro de segurança, sendo que o trânsito está cortado.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui