Parceiros
País

DIREITOS – Protesto frente à Assembleia da República dentro de gaiola

Eduardo Jorge é tetraplégico e irá realizar uma acção de protesto nos dias 1, 2, 3 e 4 de Dezembro de 2018, em frente à Assembleia da República, assinalando dessa forma o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência (3 de Dezembro).

«Deitado numa cama, e fechado dentro de uma gaiola, que será aberta somente para permitir a entrada dos governantes convidados, esta será uma ação de sensibilização em favor da Vida Independente.»

Tetraplégico e dependente de terceiros, com 90% de incapacidade, Eduardo Jorge pretende com este protesto alertar para «a importância da Vida Independente nas nossas vidas. Verificarão o quanto somos inúteis sem apoio de um assistente pessoal e, desse modo, tentar sensibilizá-los para a urgência do projeto se tornar uma realidade», refere no seu blogue ‘Nós Tetraplégicos’, onde explica também o programa desses dias.

Eduardo Jorge apenas deixará que seja o Presidente da República, o primeiro-ministro e o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social a cuidar de si. «Qualquer ajuda vinda de outra pessoa será recusada.»

Em causa está a demora em iniciar o projeto-piloto Modelo de Apoio à Vida Independente, criada pelo Decreto-lei nº 129/2017 de 9 de Outubro, «que continua a não sair do papel, pelo que eu, e muitas outras pessoas com deficiência continuamos presos nas nossas casas e em lares de idosos contra a nossa vontade. Encontramo-nos profundamente angustiados pela prisão forçada em que nos encontramos, facto que me leva a ser obrigado a tomar esta medida, num derradeiro esforço de mostrar aos nossos governantes a importância da Vida Independente, para cidadãos dependentes como nós.»

Em Maio de 2017 esta ação de protesto esteve para ser realizada, mas acabou anulada porque foram apresentadas pelo Governo algumas das alterações solicitadas no Modelo de Apoio à Vida Independente «e tudo parecia estar no bom caminho para que o projeto se iniciasse em breve. No entanto, passados 18 meses, nada aconteceu».

Eduardo Jorge refere ainda que «como ativista dos direitos das pessoas com deficiência, e responsável pelo blog tetraplegicos.blogspot.com, e Movimento nas redes sociais ‘Nós Tetraplégicos’ já realizei e participei em várias ações de sensibilização e protesto, entre as quais: vigílias frente à Assembleia da República; greve de fome em 2013; e uma viagem de 180 kms, em cadeira de rodas, durante 3 dias, em 2014. Apesar de todas estas iniciativas, encontro-me neste momento institucionalizado num lar de idosos por falta de um projeto de Vida Independente em Portugal.»



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.