Desporto

Direção do Vitória Futebol Clube garante ‘soluções alternativas’ para salários em atraso

publicidade

Em novo comunicado publicado no site e nas redes sociais, a actual direção do Vitória Futebol Clube, Setúbal, assegura que «encontrámos soluções alternativas às que tínhamos inicialmente e nos foram propositadamente barradas’», e que durante esta quarta-feira esteve reunida com cada um dos funcionários «para resolver a situação de cada um, de uma vez por todas».

Segundo o comunicado, a situação ainda não tinha sido resolvida por «dificuldades e ‘rasteiras’ que nos foram propositadamente criadas» e por faltar «a certidão que é fundamental para o trabalho diário, situação também claramente propositada».

A direção aproveita para «pedir publicamente desculpa aos funcionários e aos sócios por não termos pago imediatamente no primeiro dia de mandato, como estávamos preparados».

Acerca dos problemas com as equipa de futebol, no caso do futebol de formação indicam que foi iniciado «o pedido dos nossos direitos de formação relativos a 6 jogadores que passaram pelo Vitória FC» e mostram-se solidários com os jogadores da equipa principal, com quem já falaram «tendo-lhes sido desde o primeiro dia explicado que a situação da SAD é muito delicada, que sem investidores é impossível conseguir-se avançar de forma sustentável e crescente».

A proposta da direção passa por um reajuste dos salários «porque os de alguns jogadores são incomportáveis para atual realidade do Vitória FC que hoje não tem receitas. Não estamos contra nenhum jogador por ganhar mais do que outros, até porque não têm culpa da situação, apenas reportámos a verdade olhos nos olhos e explicámos que hoje será impossível ter um orçamento que foi feito sem ter em conta a realidade de uma equipa que disputa a terceira divisão que tem zero euros como receita.»

As negociações com o brasileiro Clube Taubaté «estão perto do fim» com a direção a indicar que «decorreu nova ronda negocial entre os presidentes de ambas as instituições, estando o Vitória FC a aguardar a receção de um email que confirma o acordo fechado e assim permitir regularizar uma questão fundamental para o Vitória FC, como é a questão da inscrição de atletas».

Fica depois um agradecimento aos apoios do Sindicato dos Jogadores e à iniciativa “Do futebol para a vida” pela ajuda prestada aos funcionários e a informação de que «Sr. José Luís contabilista há cerca de 16 anos do clube emitiu no dia 28 de Outubro de 2020 uma declaração onde alerta que desde 01.01.2020 até ao dia 18.10.2020 não recebeu um único documento para poder organizar e fazer a contabilidade do Clube e da SAD», bem como  que Chumbita Nunes foi eleito presidente pelo Conselho Vitoriano.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui