DesportoSetúbal

Direção do Vitória de Setúbal emite «Esclarecimento, apelo e iniciativa»

Cândido Casimiro lançou 'Esclarecimento, apelo e iniciativa' sobre o Vitória Futebol Clube

publicidade

O presidente da Mesa da Assembleia Geral do Vitória Futebol Clube, Cândido Casimiro, publicou na página oficial do clube um «Esclarecimento, apelo e iniciativa» no qual esclarece a situação do Vitória, apela aos sócios para efectuarem o pagamento de quotas e deixa um

Além disso, Cândido Casimiro deixa também um recado para «alguns associados que lança ‘achas na fogueira’» e alerta para que «o inimigo que nos empurrou para esta situação é uma força poderosa, a quem não podemos dar argumentos e por isso é avisado ter muita cautela e prudência».

Neste ‘esclarecimento’ é explicado aos associados que «o Vitória, pelo menos, até ao dia 18/9 (início da Liga) continua na primeira liga de futebol, porque nenhuma das, muitas, decisões da Liga Portuguesa de Futebol, transitou em julgado, estando pendente de decisão nova providência cautelar.

Por isso gostaríamos que os Vitorianos interiorizassem este sentimento e que deixassem de pensar e escrever que o Vitória já está no campeonato de Portugal, pois apesar de ter pedido a sua inscrição neste campeonato, o que foi aceite, do sorteio ter sido realizado, falta a decisão final dos Tribunais competentes.

Não aceitamos este conformismo e acreditamos que os Tribunais estão em tempo de nos fazer JUSTIÇA.»

Sobre a não realização de uma Assembleia Geral do Clube, que tem causado alguma polémica, Cândido Casimiro explica que a mesma não se realizou antes devido à situação da AML perante a pandemia de covid19, «e porque a Direcção Distrital de Finanças de Setúbal exigiu a entrega dos registos definitivos da hipoteca dos lotes de terrenos doados pela Câmara Municipal.

A lei estabelece o prazo de 2 meses para converter os registos provisórios em registos definitivos, apesar disso a Direcção de Finanças exigiu o impossível, a conversão dos registos, só possível com a aprovação da aceitação da doação pelos sócios e a autorização destes para os dar de hipoteca, como garantia de dívidas fiscais, conforme a própria deliberação camarária refere, o que só podia ser feito em Assembleia Geral.

E foi para provar e comprovar à Direcção Distrital de Finanças que a sua exigência era ilegal, que solicitámos a realização da Assembleia Geral. Que não foi autorizada pelo Senhor Delegado de Saúde Regional.»

Por fim, Cândido Casimiro deixa um ‘apelo e uma iniciativa’: «o apelo vai no sentido de todos os associados pagarem as quotas que tenham em atraso, porque o Clube não tem receitas, além das quotas desde Março de 2020 e bem assim a todos os sócios que, por qualquer razão tenham pedido a demissão, ou tenham sido ilegalmente excluídos, se voltem a associar, recuperando, se o pretenderem e tal seja possível, a sua antiguidade, a definir caso a caso pela Direcção, contra pagamento das quotas em dívida, na modalidade acordada, ou pura e simplesmente, pedir de novo a sua inscrição».

Já sobre a Iniciativa, deixa a informação de que foi solicitada à Direcção autorização para lançar uma campanha intitulada ‘Solidariedade e Justiça’, tendo por fim angariar os fundos necessários que permitam suportar os encargos com os processos judiciais e outros , pendentes ou futuros, designadamente com despesas com custas, taxas de justiça e outras, honorários de Advogados, que envolvam o Clube e/ou SAD, a realização de auditoria às contas do Clube e da SAD e atender os casos de extrema necessidade, de qualquer secção ou organismo do Clube.

A conta bancária, a ser aberta, terá como titulares os três Presidentes que solicitaram a autorização, obrigando-se com duas assinaturas para a movimentar e bem assim a prestar e publicar mensalmente, ou antes, quando tal se justifique as contas, discriminando as receitas/ofertas e as despesas.»

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui