AlmadaDistritoDistrito SetúbalJustiçaSetúbal

Diocese de Setúbal garante ‘proteger crianças’ após denúncia de abuso em Centro Paroquial de Almada

publicidade

O gabinete de comunicação da Diocese de Setúbal emitiu hoje um comunicado no qual informa que «tem conhecimento que está a ser investigada a denúncia de uma alegada situação de abuso de menores nas instalações de um Centro Paroquial do concelho de Almada.

A instituição em causa adotou todas as medidas necessárias para a proteção das crianças e utentes, colaborando com as autoridades judiciais e outras competentes na investigação em curso, disponibilizando todos os elementos solicitados.

A Diocese de Setúbal, tendo tido conhecimento dos rumores da eventual implicação de um Padre neste caso, solicitou ao Ministério Público de Almada a averiguação do caso e disponibilizou a sua total colaboração.

Desde que tomou conhecimento desta situação, a Diocese de Setúbal manifestou completa disponibilidade para receber a mãe da criança, embora esta nunca tenha comunicado a alegada situação à Diocese.

A Diocese de Setúbal reafirma a sua orientação de total intransigência perante qualquer situação de abuso de menores, estando disponível para apurar a verdade, em colaboração com as autoridades competentes, respeitando as pessoas envolvidas, e aguardando o desenvolvimento da averiguação em curso.

Dado, pois, que, a situação está a ser investigada pelas autoridades e em segredo de justiça, a Diocese de Setúbal não tem mais elementos para fornecer.»

Em causa está uma reportagem publicada pelo jornal «Observador», no qual é referido que uma criança de cinco anos terá sido alvo de abusos sexuais numa creche paroquial da Igreja Católica em Almada, no início deste ano.

Segundo o jornal, o caso foi comunicado à PSP a meio de Janeiro pela mãe da vítima, que terá passado o assunto à Policia Judiciária, que por sua vez o remeteu ao Ministério Público, mas até agora os familiares e a criança ainda não foram chamados a prestar declarações às autoridades.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui