Diana Fialho culpa marido pela morte da mãe adotiva e pede o divórcio

No decorrer das investigações, Diana Fialho tinha contado à PJ todos os pormenores do assassinato da mãe adotiva da jovem. Agora a versão é outra e culpa o marido de ter sido o mentor de todo o plano para matar a professora do Montijo.

0
991
Foto: Sábado
Tempo de Leitura: < 1 minuto

A mais recente versão de Diana Fialho é que não foi ela quem matou a professora do Montijo. A alegada homicida aponta o dedo ao Iuri, o marido, agora Diana Fialho diz que quem matou Maria Amélia Fialho foi Iuri e acusa os inspetores da PJ de a terem obrigado a assinar uma confissão.

A advogada de Diana já pediu a abertura da instrução e também já foi avançado o pedido de divórcio por parte de Diana. A suspeita do homicídio da mãe adotiva quer afastar-se do marido. Iuri esteve no local onde o corpo foi queimado, contando pormenorizadamente tudo o que aconteceu na madrugada de 1 de setembro. Ambos aguardam o começo do julgamento e estão detidos preventivamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome