DistritoDistrito SetúbalJustiça

Diana Fialho culpa marido pela morte da mãe adotiva e pede o divórcio

publicidade

A mais recente versão de Diana Fialho é que não foi ela quem matou a professora do Montijo. A alegada homicida aponta o dedo ao Iuri, o marido, agora Diana Fialho diz que quem matou Maria Amélia Fialho foi Iuri e acusa os inspetores da PJ de a terem obrigado a assinar uma confissão.

A advogada de Diana já pediu a abertura da instrução e também já foi avançado o pedido de divórcio por parte de Diana. A suspeita do homicídio da mãe adotiva quer afastar-se do marido. Iuri esteve no local onde o corpo foi queimado, contando pormenorizadamente tudo o que aconteceu na madrugada de 1 de setembro. Ambos aguardam o começo do julgamento e estão detidos preventivamente.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui