AtualidadeCrimeDestaque

Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres assinalado esta quinta-feira

- publicidade -

A UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta, associação portuguesa dos direitos das mulheres, assinala o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, a 25 de Novembro, com várias iniciativas.

Esta quinta-feira, em Braga, terá lugar uma concentração na Avenida Central, promovida pela Rede 8 de Março e outras associações/colectivos; o Porto recebe a 10.ª MARCHA Contra a Violência Doméstica e de Género, que terá início às 19h00 na Praça dos Poveiros, no Porto, e terminará na Praça da Liberdade, Aliados.

Também Mangualde realiza a Homenagem ‘Uma Árvore Erguida por cada Mulher Abatida’ que tem lugar no Largo Dr. Couto, a partir das 11h00, uma ação de homenagem às mulheres assassinadas por violência doméstica em 2021, promovida pela Câmara Municipal de Mangualde e o núcleo UMAR Viseu.

Em Viseu, a partir das 18h00, a Praça da República (Rossio) recebe também uma homenagem, assinalada com uma “colcha de retalhos” inspirada na Colcha de Retalhos da HIV/AIDS Memorial Quilt).

Cada tecido será dedicado a uma vítima e, cosidos entre si, formarão assim um memorial de homenagem às mulheres assassinadas por violência em 2021.

Outra marcha terá lugar em Coimbra, pelas 17h30, promovida pela Rede 8 de Março e outros colectivos, que se iniciará na Praça 8 de Maio até à Praça da República.

O Instituto de Segurança Social da Madeira, no Funchal, recebe hoje também a apresentação do III Plano Regional contra a Violência Doméstica 2021-2025, da Região Autónoma da Madeira.

Em Lisboa, terá lugar pelas 17h30 a marcha «Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres», com início no Largo do Intendente em direcção ao Rossio.

Também o CAM – UMAR, Centro de atendimento a vítimas de violência doméstica está a dinamizar a iniciativa “Porque a nossa voz precisa de ser ouvida” para assinalar o “Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres” e para abrir um espaço de participação e de diálogo entre vítimas de violência doméstica e serviços de apoio.

Do trabalho conjunto com mulheres vítimas de violência doméstica foi elaborado um manifesto que partilha a visão deste grupo, e de tantas outras vítimas, ao longo do processo de apoio e dos serviços com quem têm de se relacionar, que será apresentado no 26 de Novembro às 10h30, na sede da UMAR – Rua da Cozinha Económica, Bloco D, Espaços M e N, 1300 – 149 Lisboa ou virtualmente através da Plataforma Zoom cuja credencial lhe será enviada após inscrição.

Este evento é gratuito, na modalidade presencial, contudo exige inscrição através do email: [email protected] e é limitada à lotação da sala bem como à utilização obrigatória de máscara e distanciamento de segurança.

- publicidade -

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo