Atualidade

DGS desmente ‘fake new’ atribuída a Graça Freitas sobre legionella

publicidade

A Direção-Geral da Saúde desmente uma imagem que está a circular nas redes sociais, que atribui à directora da entidade, Graça Freitas, um pedido para que os condutores «fechem as janelas das viaturas ao viajar na A28.

Segundo a nota publicada há pouco nas redes sociais, a DGS esclare que «esta declaração nunca foi proferida pela Dra. Graça Freitas.

A DGS tem pautado a sua atuação pelo combate às fake news, pelo que apela à não propagação desta informação.»

Segundo a diretora-geral da Saúde, na conferência de imprensa que teve lugar esta segunda-feira, foram detectados 64 casos da doença dos legionários desde 29 de outubro no norte do país, sendo que 46 pertencem ao mesmo foco localizado na Póvoa de Varzim e Vila do Conde.

Na ocasião, Graça Freitas explicou as características da doença e a sua forma de transmissão, e o que está a ser feito para controlar os casos, e deixou o apelo para que «se as pessoas tiverem sintomas respiratórios devem consultar a linha saúde 24, o médico assistente ou ao hospital porque não é de todo impossível ainda terem a doença, uma vez que o período de incubação é de cerca de 14 dias e surto começou no dia 29».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui