Parceiros
País
Em Destaque

DGS aplica estratégia de vacinação a cidadãos estrangeiros

A norma foi publicada este sábado.

- publicidade -

Depois da guerra entre a Rússia e a Ucrânia, os países da Europa estão a receber cada vez mais cidadãos refugiados ucranianos, segundo o alerta deixado na semana passada pelos Médicos Sem Fronteiras, a Ucrânia só tem 30% da população vacinada contra a Covid-19 e com a primeira dose da vacina.

Em comunicado, a Direção-Geral de Saúde (DGS) avança que publicou este sábado uma norma que define as estratégias de vacinação de cidadãos estrangeiros no contecto de proteção temporária, pois para a DGS é urgente a vacinação aos cidadãos que chegam da Ucrânia, sendo para a DGS uma das prioridades do programa de acolhimento em matéria de saúde.

Foram ainda emitidas recomendações relativas à vacinação contra a tuberculose para além da vacinação da Covid-19, as autoridades de Saúde estão atentas ainda à vacinação do sarampo e da poliomielite, sendo essa vacinação também prioritárias nos cidadãos que cheguem a Portugal provenientes da zona de conflito.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário