Economia

Dez mil portugueses já pediram “pensão na hora” que é aprovada em24 horas

- publicidade -

Dez mil portugueses solicitaram a reforma que é aprovada em 24 horas, mas destas, e dentro do prazo, a Segurança Social só aprovou 1.400, devido a falhas nos critérios dos requerimentos.

O portal da Segurança Social Direta disponibiliza a nova funcionalidade de pedido de reforma através de um formulárioque tem como objetivo acelerar a atribuição de pensões.

Esta medida visa acelerar um processo que tem estado atrasado, mas apesar da falta de dados nos pedidos, os serviços já concluíram mais 1.600 processos dos dez mil entregues.

No entanto, há ainda mais 1.234 requerimentos de reforma antecipada por deferir, segundo os dados são do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS)

 Os pedidos feitos através do “Pensão na Hora” correspondem a 27% do total de solicitações de pensões e visam reduzir o prazo para a atribuição das mesmas.

Assim, “com o aumento dos automatismos no cálculo das pensões, o desenvolvimento de novas aplicações informáticas, a desconcentração do tratamento de processos e a contratação de pessoal, tem sido possível reduzir os tempos médios de atribuição de pensões“, indica o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS).


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo