Opinião

DEVOLVER OS TESOUROS ÀS EX-COLÓNIAS?

Uma crónica da inteira responsabilidade de Bruno Fialho

- publicidade -

Não, ninguém vai mandar António Costa de volta para Goa, até porque, seja na India ou em Portugal, o nosso Primeiro-ministro é tudo menos um tesouro, só se for um “tesourinho deprimente”.

Acontece que, o ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva, aquele jovem empreendedor que teve direito a um salário superior a 4500 euros por mês para preparar o 25 de Abril de 2024, anunciou que o nosso Governo irá devolver às ex-colónias, parte do património que está na nossa posse há séculos.

Desde já, manifesto o meu patriotismo incondicional e uma total repulsa pelo facto de “jotinhas” incapazes, tal como Adão e Silva, poderem decidir o que fazer do património que os nossos antepassados descobriram ou conquistaram.

Também declaro que tenho muito orgulho na história do meu país, independentemente de terem existido situações ou períodos menos bons e até criticáveis, como acontece e aconteceu com todos os países do mundo, ou julgam que a escravatura começou onde? É que foi precisamente em países africanos e do Médio Oriente, isto, quando os europeus ainda não estavam lá.

Considero que foi devido a Portugal e aos Descobrimentos que o mundo teve uma evolução positiva em muitas vertentes, portanto, renegar isso é uma traição à pátria.

Adão e Silva não quer sequer saber da opinião dos portugueses sobre este assunto, pois prefere, palavras suas, que o mesmo seja tratado “de forma discreta e longe da praça pública”, o que também se pode verificar pela afirmação que deixou na sua página do Twitter: “Há mesmo quem esteja interessado na polarização do debate público e em arrastar todos para esse território. Não contem comigo para essa guerra”.

Este Governo, ou qualquer outro, não tem direito a tocar naquilo que pertence à nação e aos portugueses.

Esta situação é demonstrativo da ditadura que nos estão a tentar impor com a revisão da Constituição que os partidos CHEGA, PSD e PS andam a cozinhar à revelia de todos nós.

A ditadura está tão forte e enraizada nos partidos da Assembleia da República, para quem não sabe são o chamado PUAR – Partido Único da Assembleia da República – , pois eles todos fingem que discutem em frente às câmaras de televisão, mas depois são todos grandes amigos nos corredores da AR, que até combinam revisões constitucionais no Rato ou na Lapa ou decidem sobre os tesouros da nossa nação.

Devido aos números da abstenção que eles (PUAR) próprios estimulam, conseguem fazer tudo o que querem sem sequer dar a mínima satisfação aos portugueses, porque sabem que 50% dos portugueses não vota.

Voltando aos tesouros de Portugal, gostaria de saber se as ex-colónias algum dia vão devolver aos portugueses expulsos desses países após a guerra colonial, tudo aquilo que eles tinham ou possuíam e que lhes foi retirado à força, muitas vezes com sangue derramado de famílias inteiras.

E também pergunto se as ex-colónias vão exigir que devolvamos todos os ladrões, violadores, pedófilos, assassinos e traficantes de droga dos respectivos países das ex-colónias que vivem em Portugal?

Já temos de aturar e lutar contra os maluquinhos da geração WOKE, os fanáticos da Nova Ordem Mundial, os lobistas do LGBT, que querem homens a dar à luz e mulheres com “sininho”, e os ignorantes das alterações climáticas, que andam de carro eléctrico e usam telemóveis como ninguém, mas admitir tempo de antena a traidores da história portuguesa, nunca pensei que isso fosse possível.

Lamento que D. Pedro II tenha deixado toda a coragem lusitana no Brasil e não tenha sobrado nenhuma para Portugal, porque eles sim, os nossos irmãos brasileiros, estão a lutar contra um político corrupto, ex-condenado e antipatriota com toda a força possível, enquanto aqui, neste retângulo à beira-mar plantado, que já fomos os maiores do Mundo, hoje em dia consentimos tudo, tal como destruírem a nossa história e tudo aquilo que fomos, até ao dia em que ficaremos sem nada.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *