Setúbal

Desconfinamento em Setúbal com restaurantes e cafés a “meio gás”. Veja as imagens

- publicidade -

A segunda fase do plano de desconfinamento arrancou hoje com o fim da proibição de circulação entre concelhos, a reabertura das escolas, das esplanadas, dos ginásios e também dos centros de dia.

O sol e as temperaturas amenas podiam convidar a um almoço na esplanada, mas os registos fotográficos da nossa equipa na Avenida Luísa Todi e junta à Doca, em Setúbal, mostram uma realidade bem diferente.

As tradicionais filas de espera para almoçar deram espaço a vários lugares vazios nas esplanadas, ou até mesmo praticamente sem clientes, e poucos eram os restaurantes com a ocupação total, à excepção dos espaços na zona da Doca que tinham praticamente a lotação total.

Relativamente aos cafés, a maioria estava a “meio gás”. Maria Soares, sócia-gerente do café “A Taberna”, nas Fontaínhas, no início da Avenida Luísa Todi, afirmou que “o movimento está fraco para o que é habitual, mas vai-se fazendo algum negócio”.

A mesma visão partilhou o sócio-gerente de “A Rebarca”, Ângelo Fernandes, que soube “através de colegas, que em alguns restaurantes noutras zonas da cidade o movimento era muito fraco”. Mas, o empresário, admite que no seu espaço se “surpreendeu pelo positiva”, “o que talvez se deva à localização”, uma vez que admite “que teve a esplanada cheia, dentro das limitações impostas pela DGS”, durante o almoço.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui