PolíticaSociedade

Deputada do PAN acusa Adão e Silva de “tolerar” a prática de touradas

- publicidade -

A única representante do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN), na Assembleia da República, Inês Sousa Real, acusou o atual ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva de “tolerar” a realização das touradas.

Através do Twitter, a deputada escreveu que “em temas civilizacionais, como a abolição das touradas, não podemos ficar em cima do muro! Só há um lado certo da história! Pedro Adão e Silva tanto quer passar a imagem do ‘bom tolerante’, que se esquece que o que “tolera” é o maltrato animal e a exposição à violência da tauromaquia”.

Ainda na mesma publicação, Inês Sousa Real acrescentou que para o PAN “o respeito pelos animais e também pelas crianças expostas à violência da tauromaquia são interesses superiores à perpetuação desta atividade”, que, “continua a beneficiar de inúmeras isenções e apoios públicos”.

“Adão e Silva só não falhou numa questão, no empenho que coloco no tema! O PAN está e estará sempre do lado do progresso civilizacional e da promoção da empatia e respeito pelo próximo, seja pessoa ou animal”, concluiu a deputada.

Para o PAN, o final da tauromaquia é uma das suas bandeiras, e o partido já lançou várias iniciativas para que a abolição desta prática se torne efetiva.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *